31 janeiro 2011

A Vó que tinha razão



Anteontem pensei "preciso postar algo". Mas qualquer assunto era insuficiente perto do que gostaria de expressar.

Hoje, em homenagem ao falecimento da minha vozinha, o nome do meu blog faz todo o sentido.

Eu vejo pessoas que não se importam muito com a família ou que pregam o desapego dela para seguir sua vida. Acho que no fundo, o valor que damos para a família vai de acordo com o que aprendemos com ela.

Minha vó tinha um jeito único de pensar e viver. Muito boa, muito pura, sempre vendo tudo de bonito nas pessoas. Com alzheimer, cancer, parkinson, diabetes e pressão alta ela passou seus últimos momentos sempre sorridente, sem tristeza ou preocupações. Todo fim de semana estava eu lá (quase todo, mas aproveitei bem minha vozinha) e ela sempre elogiando todo mundo, transmitindo carinho e abrindo um sorrisão com dentadura ou sem (nos momentos mais delicados em que ela não estava tão lúcida) e brincando como criança com a gente.

Meu nome, o da minha mãe, da minha irmã e do meu tio Tato foram os únicos que ela continuou lembrando com as doenças. A agressividade que esperávamos com a doença não apareceu.

O que posso dizer é que aprendi com a minha avó o desapego material, aprendi o amor incondicional hereditário (vó-mãe-filha), aprendi que a crença num final feliz move montanhas e que entre milhares de outros aprendizados, o importante é sermos luzes na vida das pessoas.

Eu não trabalho em ONG porque quero me doar. Eu gosto de business. Mas com as mensagens dela, sei que eu me doo como pessoa, em qualquer situação para quem precisar. E isso é muito mais difícil de se fazer. E muito mais benéfico.

Como posso ficar longe de alguém que aprendo tanto e que só me trás bons resultados? =)

Hoje ela é luz e, se admiro e quero ser luz como ela, tenho que admitir que a Vovó Tinha Razão!

PS1: leia-se luz qualquer manifestação transcendental (santa, anjo, luz, espírito bom, etc)
PS2: Olga, nome da minha avó, significa sagrada, santa, próspera.

Lud

15 janeiro 2011

As não-lições do Vale do Silício



A Campus Party tá aí e um dos pontos altos é a série de debates sobre start-ups e empreendedorismo. Afinal, inovação e novos negócios surgem pela tecnologia desenvolvida.
EU vou participar de um desses debates nesta quarta-feira, dia 19, no Campus Start-up, um reality check dismistificando o Silicon Valley que mostra quais são os erros e problemas mais comuns no Vale e como o Brasil pode aprender com eles.

Participantes:
Ludmilla Figueiredo, Bob Wollheim, Marco Perlman

Conto com vocês!

Lud

12 janeiro 2011

Fuga, Válvula de Escape, hobby - chame do que for



Entre a pausa de um trabalho e outro, uma folheada no timeline do facebook, uma atualizada no tweetdeck.
Antes de ir pra balada, uma conferida nas mesmas redes e um check-in no foursquare.
Dúvida sobre o que fazer? Uma perguntinha em sites, blogs, comunidades e afins.

Estas são apenas algumas situações em que nos sentimos "salvos" no meio digital. Uns dizem que a sociedade, cada vez mais solitária e depressiva, se esconde no meio online como uma fuga å realidade. Outros falam que vivem conectados 24x7 por puro hobby... ou vício. E ainda me encontro em uns pensamentos, num momento em que tenho necessidade em me expressar e filosofar sobre coisas. Recorro ao blog e vejo que a saciedade que me traz virou uma válvula de escape.

Não interessa o meio, o fim de tudo é o efeito tranquilizador que a internet causa nas pessoas. E não julguemos as milhares de informações disponíveis e a rapidez com que queremos as coisas. Na net, para quem se joga nela, pode sentir o "barato" que dá abrir mil janelas, passar por mil páginas, assim como navegar pelos canais de TV aos cliques no controle remoto, andar no shopping e ver o movimento da multidão (eu sinto o maior sono!!!), entre outros.

O ponto é: todos temos que "desbaratinar" como diz Rita Lee. E a web, inconscientemente, muitas vezes, propicia isso em diferentes circunstâncias.

Pare e se pergunte em diferentes momentos o porquê você está na net no momento e o que estava fazendo antes. Todos mostram o lado workaholic da web, o vício, e abafam o motivo: alívio que ele também traz.

Seria isso por uma questão de falar sempre o negativo e polêmico que "vende" mais ou seriam as pessoas pouco maduras para entender que se a internet alivia então o uso passa a ser ainda mais desenfreado?

04 janeiro 2011

De twitter, para Facebook para blog em 2011



Pois é, há um ano publiquei meu último post aqui. A correria de 2010 foi tanta que quando notei, o ano havia terminado. Estive muito presente no twitter, mas agora não largo o facebook e ai bateu a necessidade de falar, de registrar pensamentos, um canto meu que eu pudesse receber as pessoas, não invadir suas telinhas. E foi o bom e velho blog que voltou em 2011 na minha vida.

Recebi vários pedidos para continuar o blog, continuar a escrever e isso foi um grande motivador. Estamos no início do ano, estou com tempo e cabeça voando por vários temas. Espero que todos juntos mantenhamos esse blog VIVAÇO!

Por sinal, alguma sugestao do que querem ver por aqui?

Bjs

Lud

11 janeiro 2010

Simpatias e manias para começar o ano bem que já deram certo comigo



Eu tenho uma mania que foi sendo aprimorada a cada novo ano que passei.
Eu sempre acreditei na simbologia das cores e já nem me lembro mais quando foi a última vez que passei totalmente de branco (se alguma vez eu passei).
Mas estes últimos anos criei um sistema para definição de cor.

Basicamente tenho que passar com TODAS as cores porque quero de tudo um pouco na minha vida. E não adianta falar que o branco é a soma de todas porque só acredito VENDO, logo a cor deve estar puramente ali, tenho que sentir a presença dela. =)

Como se não bastasse, eu tenho que escolher a cor por prioridade, ou seja, se quero mais dinheiro em 2010, tenho que ter proporcionalmente mais amarelo na minha roupa. Em segundo quero paixão? Então tenho que ter mais vermelho que os outros e menos que o amarelo.

Só que as outras devem estar presentes. Logo, a roupa precisa quase sempre ser estampada para caber tudo. E é um paarrrrrto achar uma roupa com tudo isso. Eu até fico de mau-humor pois é muito difícil.

Seria algo como cor 1: 40%, cor 2: 20% cor 3: 10% cores 4 a 10: 30%.

Detalhe: tem que ser tudo novo... até o shampoo e a fruta da qual ele é feito influencia, mas aí são outros tópicos.

O pior de tudo é quando quero muito mais de uma coisa. Esse ano fiquei na maior dúvida se queria mais dinheiro, saúde ou paixão. Ai joguei amor e paixao na calcinha para ter mais saúde como prioridade.

A Esperança? para não ficar muito pequena ou faltar, logo na virada improvisei com um blusão verde que tinha em casa. Usado, mas pelo menos não faltou a cor na passagem de ano. Já improvisei usando meias coloridas como luvas (para não estragar TANTO o look) também.

Enfim, cada louco com seu ano novo! como vovó já dizia...e tinha razão!

10 janeiro 2010

A 25 de março do Chile

Fui para Santiago no fim do ano e entre muitas compras fomos ao BARRIO PATRONATO, que é a 25 de março deles. Tudo igual só que extremamente menor que em São Paulo, obviamente. Lá a Patronato ocupa cerca de 7 quarteirões.




E no lugar das barraquinhas de abacaxi, melancia, agua e milho verde, a moda é o MOTE CON HUESILLOS, que é bem típico de Santiago do Chile e é feito com cereais de grãos de arroz com pessego em caldas e xarope de mate. Bom!

Bjokas

Lud Figueiredo

A La Elvis! - Seu estilo, seus macacões!

Em homenagem ao niver do Elvis dia 08/01, que completaria 75 aninhos de vida, o Vovó Tinha Razão não podia deixar de mostrar os looks do King of Rock!



Procurando pela net o que falavam do Elvis, encontrei no site da PIX (que aliás recomendo muito) uma indicação de site com todos os macacões usados pelo Elvis durante sua carreira.

Dá uma olhada lá e quem sabe... faça um no seu estilo! Elvis World

BJOKAS

Lud Figueiredo

07 janeiro 2010

O QUE DEFINE MODA ALTERNATIVA?

Peguei este post de um site bacana que vi hj chamado The Lifer.

Fotografias de um desfile de moda alternativa punk, gótica, fetishe e pin up que aconteceu, dentro de um vagão, em uma estação de metrô no centro de Berlin em julho deste ano.




Ele disse que a moda alternativa está cada vez mais com menos espaço aqui em São Paulo. Eu mesmo batalho para conseguir novos pontos de vendas para mostrar mais e vender mais as camisetas The Lifer e o retorno positivo disso não passa de 5% depois de eu ter feito vários e vários contatos. É por isso que eu busco outras maneiras de divulgar mais o meu trabalho. Tenho vários projetos em andamento. Não gosto de fazer as coisas pela metade. Se alguém se interessar e quiser fazer parte do meu grupo de fashion/estilo/under design é só dizer....

EU DIGO QUE A MODA ALTERNATIVA ESTÁ GANHANDO ESPAÇO, MAS REALMENTE OS INVESTIMENTOS E ESFORÇOS PARA ESTA ÁREA PRECISAMCAMINHAR MUITO PARA ACOMPANHAR O CRESCIMENTO DO ESPAÇO. POR ISSO A SENSAÇÃO DE REGREDIR. TOMARA QUE O VOVÓTINHARAZAO AJUDE! =)

O QUE ME DEIXA ENCUCADA É QUE QUANDO FALAMO SDE MODA ALTERNATIVA SEMPRE APARECE UM GÓTICO OU UMA BRUXA. MODA ALTERNATIVA PODE CONTEMPLAR ESTES ESTILOS MAS É MUITO MAIS QUE ISSO. É GRUNGE, GEEK, INDIE, HIPPIE, 80´S, UNDERGROUND, 50´S, ETC... OU É FALTA DE CONHECIMENTO DA GALERA...OU É PRECONCEITO. FICO COM A PRIMEIRA OPÇÃO.

VALEU!!!!! LUD FIGUEIREDO

17 dezembro 2009

Japinha cantando I´m Yours

Esse japinha é o máximo! Mucho loko.

Bjokas

Elas e Lucros - vergonha alheia

Vi no blog do Merigo uma revista para mulheres que querem enriquecer.Não pude deixar de sentir vergonha alheia, mas também é inevitável dar risada por saber que, no fundo, tem muita maria-chuteira por ai.

Rumo a 2010!

O ano para mim se reumiu a 6 meses, mas foi muito produtivo. Muitas conquistas, muitas coisas legais aconteceram no trabalho, na vida pessoal, muitas novas amizades e muitas metas alcançadas, como por exemplo não levar multa de trânsito! =)

Então quero encerram 2009 com alguns posts legais que vi estes últimos dias já que, entre setembro e novembro, minha vida estava uma loucura com o Bota Pra Fazer e a Semana Global do Empreendedorismo.

Bjs e fique de olho!

02 setembro 2009

Ação animal que vende água suja em Nova Iorque

Essa ação da Unicef merece meus parabéns. Estou sem escrever no blog com frequencia mas essa campanha me tirou da inércia! Finalmente encontrei algo legal que queria comentar.



Valeu!

Lud Figueiredo

04 agosto 2009

Post-it LOVE

Que FOFO!


Via Gafanhoto.com.br

Lud Fig

Olympus - animal!



A Olympus tirou mais 60 mil fotos, “revelou” 9.600 delas e usou 1.800 para fazer o filme que você vê acima, que segundo a empresa não tem nada de pós-produção. É uma colagem pura e simples. Show de bola.

Dica do Pedrinho da D/Magrella.

Bjs

Lud Fig

31 julho 2009

Lembram do casamento? Agora é o divórcio

Nunca me divorciei, aliás, nunca fui casada, mas divórcio geralmente não deve ser algo tão fácil de esquecer... este então...